15 de nov de 2013

Vídeos mostram "Super Ciclofaixas" em Londres

Londres disponibiliza uma segunda via compartilhada entre autos, caminhões e tudo o mais com... bicicletas! É um corredor de tráfego intenso, principalmente caminhões (como você verá no vídeo). Eles a chamam de "Bicycle Superhighway 2" (Super Ciclofaixa 2), e entre outros usos serve para assustar qualquer ciclista que ouse por ela trafegar. No vídeo você verá também que o motorista londrino não tem um grau de respeito maior por bicicletas que o brasileiro. As finas, manter o motor acelerado atrás do ciclista e ultrapassagens forçadas são típicas de qualquer lugar do Brasil, e particularmente similar a Ponta Grossa.

Então, colegas ciclistas: não estamos sozinhos!

Super Ciclofaixa 2 de Londres
"O futuro da estrutura cicloviária de Londres"
Comentários ao Vídeo 2 (abaixo):

Aos 2:29 minutos um caminhão baú passa bem perto do nosso ciclista, que reage com um "wow", típico de qualquer ciclista que quase foi parar em baixo de outro veículo.

Em seguida, aos 2:37 minutos, o nosso ciclista comunica ao motorista do caminhão baú que ele passou muito perto e pede para ele ter mais cuidado. Situação que eu mesmo já vivi muitas vezes após ter sido quase jogado para fora da pista ou rua por algum apressadinho.

Aos 3:16 minutos a faixa se transforma em uma ciclovia (em um trecho de tráfego pesado), com uma sinalização que o próprio ciclista não entende e que tem a intenção de separar o trafego de autos das bicicletas, porém só faz aumentar a insegurança do ciclista.

Aos 3:54 minutos muitos carros são vistos em um cruzamento, com o trânsito parado, em cima da ciclofaixa. Nosso ciclista faz comentários frustrados sobre a situação.

Aos 4:40 minutos ele comenta que dos 13 ciclistas mortos neste trajeto mais de 50% foram caminhões que colidiram com ciclistas.

Ao final percebe-se que esta ciclofaixa é melhor que andar diretamente na rua, mas não resolve todos os problemas de conflito entre autos e bicicletas e continua exigindo do ciclista muito cuidado!

Aos planejadores do trânsito e da mobilidade urbana: pedimos que estude a situação de cada usuário e de cada modal, conheça as diferenças entre as soluções disponíveis, antecipe os problemas de implementação visitando cidades semelhantes e mais experientes, conversando com pessoas de órgãos equivalentes em cidades semelhantes que possuem uma estrutura cicloviária. Esse não é um problema trivial e soluções parciais e temporárias não serão nem eficazes nem suficientes.

VÍDEO 1 (Bicycle Super Highway 1), link para matéria original


VÍDEO 2 (Bicycle Super Highway 2), link para matéria original

Nenhum comentário:

Postar um comentário